Visita ao pediatra: a consulta dos 4 anos

Estamos a um par de dias do quarto aniversário da Pipoca mais velha, o que significa que foi altura do “check-up” anual da pequena.

Esta idade é muito porreira pois já existe uma memória mais longa sobre estas coisas: ela gosta muito de ir visitar o pediatra, diz que é o “doutor fixe” e que é “um médico muito simpático”. Eu posso atestar tudo isso com a minha opinião, mas tê-la a sentir isto é muito importante para nós.

Em termos de desenvolvimento geral, está tudo em ordem. Temos algumas coisas a tratar e pode ser que vocês, desse lado, até me consigam ajudar com as vossas partilhas.

A fala

Viemos apenas com uma nota relativa ao desenvolvimento de alguns fonemas e com a recomendação de apostar em terapia da fala. O pediatra recomendou-nos um sítio no Porto, e vai pedir para nos contactarem e explicarem como funciona. Alguém quer partilhar experiências sobre isto? 😊

Photo by Anastasia Shuraeva on Pexels.com

Dermatite seborreica

O outro ponto que temos a tratar é uma dermatite seborreica que apareceu há cerca de 3 semanas na cabeça dela. Só ontem é que tivemos a confirmação do que é, mas suspeitávamos.

Primeiro, começou com umas comichões na cabeça; pensámos logo na palavra mágica “PIOLHOS!”. 😱 Muita vistoria – em casa e na escola – mas na da piolhos nem lêndeas. Na segunda semana de comichões já ela tinha feridas nas zonas mais críticas, ao ponto de me ligarem da escola a avisar, caso em casa não acontecesse com frequência – mas já andávamos atentos. Nesta altura – e dadas as pequenas manchas mais avermelhadas (pequenas, ténues) que lhe foram surgindo na cabeça – começámos a suspeitar que fosse dermatite seborreica, tal como o pai tem.

No fim da semana passada, encontrámos um bichito muito pequeno (não nos pareceu ser um piolho, mas também não sei dizer o que seria) e, pelo sim, pelo não, lá fizemos o tratamento com o champôr (utilizámos o Fullmarks). Ela nem lêndeas tinha, mas como não soubemos identificar aquele “convidado”, fizemos o tratamento. Continuámos sem encontrar resposta ali, mas pelo menos descartámos essa possibilidade.

Ontem na consulta, o pediatra não teve dúvidas. Vamos para já começar a fazer a lavagem do cabelo com um champô infantil próprio para dermatite seborreica (já encomendei um da Bioderma, mas também há da Uriage, por exemplo) e vamos ver como reage. À partida, deve melhorar e deixar de ter estas comichões chatas. Caso não melhore – ou se piorar – então iremos ter consulta de dermatologia com a Drª Susana Vilaça que, acaso dos acasos, é a médica que segue o pai e é a recomendação do pediatra também. 👧

Vamos a ver como evolui. Algum de vocês lida com uma situação semelhante? Querem deixar recomendação de algum champô para o efeito?

Photo by Anna Shvets on Pexels.com

De resto, tudo muito bem no geral, com uma “prescrição” de muitas horas de brincadeira, de criatividade, de histórias, livros, jogos com mais pessoas (como jogos de tabuleiro, em família) e de atividades físicas – trotinete, bicicleta, jogos com bola, etc. Acreditem que nesta parte da consulta a Pipoca esteve muito atenta! Vínhamos no carro e ela dizia “este doutor é muito simpático, disse para eu andar de bicicleta” 😄

Por estas razões e tantas outras mais, estamos muito satisfeitos com o Dr. Manuel Magalhães e não nos cansamos de o recomendar a outros pais.

Entretanto, temos o aniversário dela à porta: no dia, se o tempo ajudar, vamos passear até ao Jardim Zoológico – ela adora! – e depois terá também um lanchinho com a família, num outro dia (os horários do pai trocam-nos as voltas, às vezes). 🎂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s