O desfralde – Parte 2: dar três passos atrás para dar um passo à frente

Aqui em casa continuamos a treinar a Pipoca mais velha para o desfralde

Já tem mais cuecas de personagens de que gosta (Minnie, Elsa, Skye e Dumbo) e posso afirmar que tem mais cuecas do que eu. Eu sei, não preciso de mudar de cuecas 3 vezes ao dia porque fiz chichi pelas pernas abaixo, mas sinto que mereço renovar a minha coleção (volta, Primark, estás perdoada!).

Posto isto, e com o regresso da chuva, decidimos regredir no processo e deixar de vestir a Pipoca só com as cuecas e voltámos à fralda. Pode levar as cuecas por cima da fralda – ou não, tem dias. Mas continuamos sempre a insistir com ela para que nos avise sempre que queira fazer alguma coisa. Às vezes funciona; outras vezes, não.

Hoje nem foi um mau dia. Pediu para ir à sanita duas vezes; é melhor do que nenhuma.

Eu tenho a sensação de que, se isto fosse à praça pública para votação, eu poderia ser esquartejada por facilitar ou por retroceder. Em altura nenhuma pensei que isto fosse ser fácil; por isso, dou-me a possibilidade de voltar atrás e tentar outras abordagens. A minha sanidade e o sistema nervoso já tiveram melhores dias e estar a fazer este processo sem a ajuda da creche e do grupo ainda torna o processo mais penoso.

Vamos indo e vamos vendo. Pode ser que daqui melhore.

One thought on “O desfralde – Parte 2: dar três passos atrás para dar um passo à frente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s