Um piquenique em segurança

Com o desconfinamento a avançar e o bom tempo da Primavera a dar-nos mais vontade de apanharmos ar puro, deixo-vos aqui ideias para fazerem piqueniques descontraídos com os miúdos.

Escolham um sítio minimamente calmo e reservado, para que consigam ter espaço e estarem à vontade para correr, saltar e fazerem uns jogos, se quiserem 😉

Eu sei que ainda estamos em época de cuidados – que devemos manter -, mas este post viverá muito para além do distanciamento social a que a Covid-19 no obriga, por isso vou deixar-vos sugestões válias para qualquer ano das nossas vidas!

Photo by Anastasia Shuraeva on Pexels.com

Não precisam de muita coisa para terem uma tarde em família, bem passada num parque. Levem:

  • Toalha(s) para o chão – há umas próprias para piquenique, que são num material impermeável e lavável, que fecham em malinha e tudo, mas a toalha tradicional serve perfeitamente.
  • Protetor solar e bonés – para ficarem bem protegidos do sol (porque quando nos estamos a divertir é fácil não repararmos naquele escaldãozinho básico que começa a crepitar nas nossas peles e que não é nada saudável).
  • Água! Podem até dispensar os sumos se tiverem água, mais do que o inverso.
  • Guardanapos – e que tal sermos mais sustentáveis e levar um guardanapo de pano para cada pessoa? (Contando que podem ter crianças pequenas, até andam com toalhitas no carro para as urgências ;))
  • Comida leve – pensem em pão, fruta, bolachas, pipocas, coisas simples e que não vos dêem muito trabalho nem a preparar, nem a transportar. Se não vos apetece estar a cozinhar, passem na padaria ou no supermercado e comprem. Siga!
  • Talheres – levem os básicos, ok? Se levam pão e coisas que precisam de ser cortadas, uma faca vai dar jeito. Se levam uns iogurtes ou gelatinas ou o que seja que precise de colher, levem colheres. O melhor é levarem um “kitzinho” de talheres e assim garantem que nada vos falta.
  • Sacos para o lixo – parece básico, não é? Mas de certeza que se esquecem disto na boa 😛
  • Jogos – aqui depende dos vossos gostos, mas normalmente vai sempre uma bola. Podem levar um jogo de tabuleiro, um bowling ou malha improvisados, coisas boas para jogar ao ar livre. Deixo-vos ideias abaixo 😉
  • Máquina fotográfica – se tiverem, ou então dão uso ao telemóvel como normalmente fazem; mas se gostarem de fotografar, é uma grande oportunidade!

Deixo-vos algumas ideias de comidinha deliciosa para fazerem, ainda que saiba que é mais fácil irmos ali à padaria e comprar tudo. Às vezes apetece-nos fazer um bocadinho extra e, como sei que, frequentemente, o mais difícil é termos ideias, estas receitas podem ajudar:

No global, o melhor é escolherem receitas fáceis de executar e também fáceis de transportar. Evitem molhos e pratos feitos com ovos frescos e outros alimentos que se possam deteriorar com temperaturas mais elevadas. Assim, é simples de organizar uma ementa com as melhores receitas conforme os vossos gostos e número de pessoas que irão estar no piquenique.

E com isto, podem inventar um pouco: sobremesas em doses individuais já prontas a comer em frascos de compota, por exemplo – frascos esses que, se acharem piada, podem também servir para levarem as bebidas para cada um;…

Vocês sabem que eu sou (mega) fã do Pinterest, por isso vou lá buscar várias ideias 😉 Por isso, não podia ficar por aqui, só com ideias de comidinhas, não é?

Imaginem que querem – porque podemos, com cabecinha e em grupos bem restritos – fazer um aniversário em família num parque espaçoso e arejado, mas querem criar um ambiente giro e festivo? Pois bem, o amigo Pinterest ajuda-nos sempre nisso 😉

Vamos aqui explorar várias ideias, sendo que nem deve ser preciso mencionar que o álcool gel e as máscaras devem ir convosco na mesma. Podem ver aqui algumas ideias para reuniões durante estes tempos de coronavírus.

🎉 Aniversário divertido

Se falamos em diversão, temos que pensar em jogos e atividades. Não precisamos de ser a Martha Stewart dos jogos improvisados, mas sim pensar em algumas atividades para as crianças e para os adultos. Lembrem-se que o objetivo não é vocês andarem sempre a correr de um lado para o outro, senão ao fim de meia hora lá se foi a vossa diversão e já estão a rezar que chegue rapidinho a hora para se meterem no carro e voltarem para casa.

Voltando ao tema: se é festa de anos, podem pensar em decorações temáticas simples de levar para um parque. Vamos dizer uma grinalda, que podem pôr numa árvore (e até pode servir para “marcar” a vossa zona), ou uns balões. Para mim, balões dão trabalho a encher e os de hélio são caros, mas se acharem giro, força nisso! 😉

Arranjem uma toalha que entre no tema ou então assumam o piquenique no seu esplendor com a tradicional toalha axadrezada. Não pode falhar.

Cestas e comidas em cima da toalha.
Foto: soloinfantil.com
Toalhas brancas e azuis para o piquenique infantil.
Foto: soloinfantil.com

Se estamos a falar de uma festinha com, vamos dizer, umas 6 a 8 pessoas, pode até ser tranquilo terem a comida numa toalha no chão, porque não deve ser assim tanta quantidade. No entanto, se estamos a falar de mais do que isso, sugiro levarem uma mesa de viagem ou irem para um parque onde tenham a certeza de que irão ter mesas livres.

Por exemplo, eu gosto de fazer piqueniques no Parque da Cidade (Porto), porque é grande, toda a gente conhece e consegue ir lá ter, tem estacionamento e dá para passear bem – até dá para irem à praia molhar o pé se quiserem.

No entanto, é praticamente impossível arranjar mesa, a menos que se plantem lá a partir das 9h ou 10h da manhã. E isso irrita-me, porque há imensa gente que vai cedo, marca mesa com tudo lá abancado e depois volta quando bem lhes apetece. Grande demonstração de civismo e de educação. Enfim, continuemos. A mesa de viagem, se a tiverem ou se arranjarem, nestes casos dá imenso jeito. Ponderem ainda se vão sozinhos levar tudo ou se têm ajuda. Isso para mim também é fator fundamental para decidir o que levo.

Vamos então pensar no cenário em que têm uma mesa. Ora, mais oportunidade para umas decorações giras. Bolo – se houver – ao centro, o resto bem bonito pela mesa (até pode estar praticamente tudo organizado em doses mais individuais, se quiserem, para evitar tanto contacto das pessoas) e alguns motivos do vosso tema a ajudar. Por exemplo, imaginem que é uma festa com o tema do Mickey Mouse. Podem ter uns bonecos do Mickey lá, e terem uns descartáveis (pratos, copos, taças) do mesmo tema.

Podem ainda levar um livro ou jogo que tenham dentro do tema. Tudo vale 😉

Cerejas no topo do bolo? Dispensadores para as bebidas (podem levar uma infusão ou sumo e deixarem com gelo no dispensador para o pessoal se servir), um cesto onde podem coloar os guardanapos e afins, e uma jarra para porem umas flores, que podem apanhar no local 🙂

🍗 O amante do grelhado

Imaginem que vocês são aquela família que não passa sem grelha e carvão no verão. Consigo sentir o cheirinho do churrasco mesmo sem estar junto a um!

Escolham bem o sítio, aqui convém ser em algum lado seguro para fazerem o assado à vontade! Encontrem o tal sítio e pensem em tudo o que necessitam levar e quanto tempo necessitarão para cozinhar a refeição – se estiverem virados para grelhar tudo no local.

Photo by Alexandr Podvalny on Pexels.com

A minha sugestão é definirem bem com antecedência o que pretendem: se querem fazer o grelhado no sítio, então têm que ir cedinho, para poderem arranjar o sítio ideal, preparar as brasas e depois cozinhar e comer nas calmas. Nem pensem em chegar ao meio-dia, porque não vai dar bom resultado e, a páginas tantas, vão estar todos com fome e com um humor cada vez pior.

Se quiserem adiantar, fazem em casa e levam pronto, bem acomodado em algum recipiente que não perca muito o calor. Não é a mesma coisa que sentir a brasa lá ao nosso lado, mas é algo que nos facilita a vida e temos que levar menos coisas.

Pronto, decidiram então fazer os grelhados no sítio. Preparem o fogareiro, as acendalhas, os fósforos, o carvão, o abanador, as grelhas e, claro, a comida! Podem fazer peixe, carne, legumes (pimentos, batatas e cenouras – estas duas últimas pré-cozidas em casa, para ser mais rápido) e os temperos. Sal, pimenta, azeite, vinagre. Se não vão levar as embalagens completas dos temperos e molhos – provavelmente não compensa irem tão carregados -, ponham em frasquinhos e levem já pronto. Levem ainda a batata frita, marcha sempre.

📽️ Um “drive-in” no jardim

Uma ideia gira, especialmente se tiverem acesso a uma área privada (pode ser o vosso jardim / pátio ou o de alguém que conheçam) é uma sessão de cinema ao ar livre.

Para isso, precisam de um projetor – hoje já se encontram alguns acessíveis nas lojas de tecnologias, para ligar ao computador e/ou ao telemóvel – e de um sítio onde projetar. Se tiverem uma tela (nem que seja improvisada), melhor, porque terão melhor qualidade da imagem; se não tiverem, uma parede servirá. Escolham bem a altura do dia e onde irão projetar por causa da luz presente.

Foto: blog.spell.co
Photo by Roberto Nickson on Pexels.com

Os exemplos acima têm todo o esforço na decoração, conforto extra e ambiente, ma sna verdade pode ser muito simples. Podem marcar lugares – considerando a situação atual, podem colocar uma toalha para cada família, por exemplo, ou, para os miúdos, fazerem lugares especiais – uns assentos feitos em cartão, em forma de carro, ou de casinha, por exemplo, são fáceis de fazer e são giríssimos!

Outdoor Movie Night Idea
Foto: thedatingdivas.com

No entanto, se quiserem dar ir à “extra mile”, libertem o decorador que há em vocês e arranjem uma decoração gira e mobiliário próprio para jardim.

Para comer – já que é importante assegurar isso – pensem em coisas que podem deixar em cada lugar, para que as pessoas não tenham que andar “a passear” à frente do filme. Alguns exemplos fáceis são bolachas, espetadas de fruta, pipocas, docinhos, mini salgados, e, claro, não se esqueçam dos sumos e água.

🎪 Uma ida ao circo!

Esta pode ser uma ideia gira e até relativamente fácil de organizar.

Imagino que alguns de vocês tenham em casa aquelas tendas dos miúdos, que dá para pôr no quarto deles ou no exterior. Há umas que se parecem mesmo com tendas do circo. Neste tipo de festa, eu diria que vale a pena investirem um pouco a pensarem nuns convites giros para enviarem. Nem precisam de grande esforço. Procurem algo que possa ser enviado por email ou pode mensagem (whatsapp ou messenger, por exemplo).

Umas bandeirolas e outras decorações (como topos de bolo e descartáveis) dentro do tema ajudarão a criar o vosso piquenique do circo!

Se for uma festa de aniversário, por exemplo, em que contam ter mais investimento, podem procurar uma empresa que tenha um carrinho de gelados, por exemplo! Quem sabe se uma gelataria local não vos faz isso a bom preço até? 😉

É um tema muito fácil de trabalhar, porque é animado e até aposto em como têm coisas em casa que podem utilizar. Animais de brincar, por exemplo! É também giro se quiserem aproveitar para que os miúdos se mascarem 😉

Entretanto, podem também ver aqui ideias de jogos para a família para que todos se entretenham 😉

🏖️ Olá, maresia

Apesar de não ser o meu sítio preferido para “piquenicar”, conheço várias pessoas que não passam um verão sem fazerem um piquenique na praia.

Na minha opinião, tem areia a mais, mas percebo o gosto dos outros: podem ir a banhos, os miúdos podem brincar na areia, e fazem o dia de “tosta” (com juízo!).

Esta pode ser uma ideia menos familiar e mais entre adultos, mas não deixa de ser válida. Podem sempre adaptar 😉

Foto: pinterest.com

Como sempre, a chave é simplificar. Aqui, sendo que o ambiente em si pode ser algo importante para o evento, podem tentar dedicar algum tempo a planear o local – não vos aconselho a pensarem num piquenique na praia de Matosinhos -, e a pensarem no que querem que saia dali.

Seja qual for a vossa onda não se esqueçam de levar o protetor solar, guarda-sol, muita água e toalhas grandes para conseguirem colocar o que precisam. Quanto à refeição, levem coisas que sejam em doses individuais (bolinhos e salgados, pães com queijo, mini hamburgueres, etc), fruta (muita fruta por causa do calor, já que é ótima para hidratar) e coisas que sejam fáceis picar e não requeiram talheres. Ao contrário de um piquenique no parque, aqui vão ter que lidar com a areia que voa facilmente para as vossas coisas, incluindo para os talheres. Facilmente vão estar a utilizar a vossa água para lavar talheres e não sei o que mais, e quando quiserem beber já não há.

No fundo…

O que importa é que haja diversão e que aproveitem bem o tempo com as outras pessoas. É muito porreiro todo o convívio, mas também é giro que todos colaborem e ajudem na hora de levantar tudo e arrumar.

Se falarmos de um sítio com muita gente (lembrem-se de que, um dia, poderemos voltar a reunir famílias inteiras, com os amigos, à volta da mesa), pensem que pode ser útil arranjarem papel de alumínio (ou papel de sande) ou caixinhas ou até sacos de sande, para que, quando terminarem, as pessoas possam levar o que sobrar embora. 😉 Deixo-vos abaixo uma última pasta do Pinterest com ideias giras (e até práticas) de embalarem algumas das comidas. Sobrando, até estão prontas a guardar e levar embora!

Divirtam-se!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s