Dia de trabalho no escritório

Hoje foi dia de trabalhar a partir do escritório. Um começo de dia mais típico era difícil: sair sem tomar pequeno-almoço, porque é isso ou chegar tarde ou a queimar as 9h (e eu não gosto disso). Foi um bom motivo para ir ao bar renovado do nosso escritório tomar o pequeno-almoço nas calmas.

Esta pandemia trouxe-me dos piores dias que já tive, quando não tinha mão nos meus dias e não conseguia estar presente para as minhas filhas, ainda que estivesse com elas fisicamente 24h por dia.

Mas trouxe-me coisas muito boas: o pequeno-almoço calmo, à mesa, com o meu marido; os almoços na varanda – incluindo alguns churrascos! – que faziam que a hora do almoço parecesse esticar durante mais tempo; o tempo que não passo a correr de manhã e à tarde entre casa, escola e escritório; o tempo que o meu marido tem para estar com as miúdas; o dinheiro que poupo em gasolina e o tempo que não dispêndio em deslocações; etc.

Já sei que um dia vai acabar e estes dias separados a ter que ir para o escritório provam isso mesmo.

É ótimo poder conversar com os colegas cara a cara é poder falar de temas lúdicos em vez de trabalho. É bom fazer uma pausa para o café ou para o lanche (em casa essa pausa raramente existe e, quando existe dura uns 10 minutos ou menos).

Por outro lado, não é ótimo trabalhar 8h de máscara (nós não somos obrigados a usar máscara no nosso lugar, mas eu acho que não faz sentido estar sempre a pôr e a tirar a máscara vezes sem conta durante o dia). Não é porreiro estar no bar e ter que subir pisos até ao quarto andar porque duas gajas que vão para o piso zero esgotaram a lotação do elevador. Não é porreiro perceber logo em 1 hora que a minha capacidade de concentração se ajustou ao ambiente recatado de casa e que levei uns 15 minutos para me conseguir focar numa tarefa que (supostamente) já tinha iniciado. Sobretudo, não é fixe pensar que eu posso ser um veículo transmissor e não saber, e poder colocar em risco outras pessoas (ou elas a mim).

Um dia as coisas passarão e provavelmente as rotinas voltarão ao que antes foram; mas até lá… Resta aguentar e tentar levar as coisas da melhor forma. Esta torrada é o símbolo disso: de uma parte de uma rotina mais “antiga”, mas que me sabia bem.

Se para já prefiro prevenir e trabalhar remotamente? Sem dúvida.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s