Máscaras há muitas!

Diria Vasco Santana no filme “A Canção de Lisboa” que “chapéus há muitos, seu palerma!”. Diremos nós agora que “máscaras há muitas!”.
Não me vou pronunciar sobre todo o debate das máscaras que corre há semanas em tudo quanto é rede social (mais no Facebook, leia-se :P).
Por prevenção, é aconselhado utilizar máscara, nem que seja de Nível 3 (Máscara Social Reutilizável) em saídas para espaços públicos. Não são máscaras cirúrgicas nem de alta proteção, mas, corretamente colocadas, sempre protegem mais do que não tendo nada colocado.
Assim, comprei 3 máscaras à Amarelo Tostado, uma loja de Ermesinde, que está a fazer máscaras, não pelo lucro, mas para colmatar a procura que existe. Se há coisa que vejo no Facebook são pessoas (nem são estabelecimentos, ok?) a fazerem máscaras de tecido, muitas sem sequer terem TNT, e a venderem-nas a €8 e €10.
Um. Total. Abuso.
Junta-se a isto o facto e não se encontrarem máscaras nível 1 ou 2 à disposição da população toda – ou de estarem a ser vendidas a um preço absolutamente abusivo – faz com que exista toda uma desinformação a correr nas redes sociais que só dá vontade de desligar tudo e ficar no meu canto a abanar-me em posição fetal.
A comprarem a alguém, pensem que se for certificado é o ideal; se não conseguirem, pelo menos comprem a alguém que vos vende as coisas a um preço justo.
As que comprei custaram €1,5 cada + portes em correio verde. Vejam na página deles os padrões e tamanhos. Comprei 3, como disse, uma para cada adulto e outra para a minha filha. Ela já está a poucos meses de fazer 3 anos e percebe que há “um bichinho” lá fora, que nos põe doentes, e que está no parque, e em muitos mais sítios, e que por isso é que temos que ficar em casa. A máscara, expliquei-lhe, serve para podermos ir à rua sem o “bichinho nos apanhar”.
Depois, lembrem-se de lavar as máscaras de tecido. Não precisam de ter uma lavandaria para fazer isto: começam por lavar as mãos, pegam numa bacia e enchem com água a 60 ºC (mergulhem o cotovelo para terem ideia ou então usem um termómetro do banho dos miúdos) e sabão ou detergente da roupa. Lavem bem, passem por água e evitem torcer, porque o TNT não é super flexível e perde a forma se for muito torcido. Ponham a secar sem dobrar e está feito!
No caso de terem máscaras descartáveis, aproveitem-nas, mas não as atirem para o chão. Idealmente, ponham-nas num saco plástico depois quando as tirarem, e ponham esse saco no lixo doméstico. Não é no chão, não é nos papéis. É no lixo doméstico.
Era só isto. Mais tarde publicarei fotos das máscaras. ❤

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s