Porque é que senti este bebé mais tarde? A culpa é da placenta.

OK, talvez não seja assim tão linear. Mas tem influência. Passo a explicar.

Na primeira gravidez, tive placenta posterior. Significa isto que a placenta estava do lado da coluna. Desta vez, a placenta é anterior, ou seja, está junto ao lado da frente da barriga. Vejam a imagem abaixo.

placenta-posterior-possible-consequences-and-prevention

Imagem: lifepersona.com

Isto faz com que exista uma camada extra entre o exterior e o bebé, e consequentemente, seja mais difícil sentir os primeiros movimentos do bebé porque são mais ténues.

Pode ainda ajudar a que a barriga seja maior, exatamente pelo mesmo motivos, mas isto não está 100% comprovado 😉 No entanto, no meu caso, está a verificar-se o mesmo: uma barriga semelhante à que tinha com 31 semanas de gestação na primeira gravidez, às 24 semanas desta (não me venham dizer que é só do belo abdominal que já esticou uma vez, ok?

Ao fim e ao cabo, a placenta tem que se colar em algum lado e a única menos desejável é a prévia, que é muito baixa, junto ao inferior do canal uterino, e pode dificultar um parto vaginal (imaginem o efeito garrafa nas pontes). Mas mesmo com essa tudo se faz e felizmente desde cedo se consegue saber onde está a placenta.

~a

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s