A Mamã convida: “A viagem a Hamburgo”

Hoje temos, pela primeira vez, um Papá a partilhar neste espaço. Bem-vindo, Ivo, e obrigada por escreveres sobre a aventura com a tua pequena! 😍

“Em primeiro lugar tenho de dizer que fico muito honrado por ser o primeiro pai a escrever neste espaço, do qual sou ávido leitor. Ao mesmo tempo sinto o peso da responsabilidade. Mas ser pai (e mãe) é isso, alegria e responsabilidade ao mesmo tempo.

Embora não seja o primeiro post sobre viagens de avião, decidi focar-me nesse assunto pois era algo diferente, embora tivesse aviões ao barulho.
Passo a explicar. A propósito do 80 aniversário de uma tia-avó da mamã da MJ, demos um salto a Hamburgo, para festejar e rever a familia lá residente. Ora estamos a falar de um voo de 2h e 40m, mais coisa menos coisa para cada lado. A isto acresce a viagem ser feita na RyanAir, com todas as particularidades de uma Low Cost, desde a bagagem reduzida às longas filas de embarque e acesso ao avião pela pista e não pela manga de embarque.
Como a MJ ainda não não tem 24 meses, não paga bilhete, e como tal em ambos os voos foi no colo da mamã, com um cinto de segurança adequado. Teve direito a uma bagagem de 5kg e podiamos levar a alimentação, sem limite de tamanhos.E foi por ai que começaram os constrangimentos.
O voo de ida foi às 11:35, apanhando o hora de almoço já lá em cima. E com muita tecnologia que os aviões tem, o microondas não faz parte. Entre um biberão de leite e uma papa grumosa, dormiu 45 minutos no meu ombro. Desgraçado do passageiro ao nosso lado, passou quase tanto tempo de pé como eu. No voo de regresso, mais tardio, já foi mais facil. Bebeu o biberão, comeu pão e bolachas, e veio entretida a ver a Masha e o Urso e a Peppa Pig.
O espaço exíguo entre os assentos foi complicado, principalmente no caso da MJ, que gosta de correr de um lado pro outro e não estar presa. Mas as tripulações foram prestáveis em todos os momentos, e os restantes passageiros da nossa fila também. Como contra, o acesso ao avião, principalmente no regresso de Hamburgo, onde, mesmo com prioridade no embarque, esteve bastante tempo para entrar, com temperatura de -7º.
Como primeira experiência, o resultado foi positivo, e embora a MJ não se tenha expressado muito acerca da viagem. Mas com um lugar próprio, acredito que possa ser uma viagem pacifica.
O que é optimo, pois há muito sitio para conhecer. “
O Ivo concerteza voltará a partilhar neste cantinho especial – meu e vosso! 😊 Eu acredito que a MJ gostou da experiência e já está à espera de mais algumas que o futuro lhe trará 😉
Obrigada!
~a

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s