A Mamã convida: Toda a mãe é matemática

O post de hoje é da Liliana Teixeira, mãe da super MC 🙂

Toda a mãe é matemática!

 

Desde que fui mãe (ou desde que estava grávida, vá), há algo que me fascina: todas as mães viram matemáticas! Até podemos ser meninas de letras, como é o meu caso, mas basta vir uma criança a caminho para tudo virar número, equação, inequação, fracções, proporções e percentagens.

Senão vejamos:

    – o tempo é medido em semanas;

    – o peso é controlado à grama;

    – o bebé tem meses/semanas, peso, altura e gramas e fazemos questão de o referir em todos os discursos, emails, telefonemas, SMS e WhatsApp que trocamos;

    – as rotinas diárias são apontadas em sebenta mencionando nr. de fraldas, nr. de cocós, nr. de xixis, nr. de vezes que mamou, nr. de vezes que arrotou, nr. de vezes que arrotou e bolsou, nr. de vezes que tivemos de lhe trocar a roupa, nr. de vezes que tentamos ir ao WC e não conseguimos;

    – na consulta médica, temos uma relação amor/ódio com a balança que (pelos vistos) é o escrutínio se estaremos a ser ou não boas mães: “não aumenta de peso como manda a curva de percentil? Atestado de incompetência”!!;

    – contamos as horas para as refeições quase ao cronómetro;

    – pesamos os legumes para fazer a sopa como se estivéssemos a fabricar uma poção mágica;

    – calculamos o nr. de hora que conseguimos dormir, subtraindo a quantidade de vezes que nos levantamos porque o bebé chorou e/ou mamou bem como o tempo que leva a adormecer;

    – fazemos contas de cabeça para calcular ao cêntimo qual é a fralda ou toalhita mais barata;

    – and so on…

 

Passamos grande parte do nosso tempo a fazer mais contas que uma máquina de calcular de merceeiro. Seríamos o próximo Einstein se o nível de cansaço e desgaste não fosse tão grande.

 

E temos de aprender a saber lidar com estes números todos e a aceitar quando eles não correspondem às expectativas (nossas e da sociedade). Caso contrário, viramos escravas do que está escrito nos livros e uma coisa é certa: não há padrão no que toca a bebés! São todos diferentes, nenhum se mede pelo bebé do lado.
Um bem haja aos malditos números que não nos saem da cabeça!”

 

Obrigada pela partilha, Liliana!

3 thoughts on “A Mamã convida: Toda a mãe é matemática

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s