Yummy in my tummy

Anteontem fomos ao pediatra e viemos de lá com as indicações para começarmos a diversificar a alimentação da nossa pequena. YAY!

Nada contra o leite, mas até a mim me farta dar sempre a mesma coisa dia após dia – para quem gosta de variar, é uma seca! (Mas sim, estejam descansados, porque eu sei o que é preciso e o leitinho é super importante! :))

Então, quais são as novidades?

Primeiro, sopinha, depois fruta e a última novidade serão as papas.

Sopa boa!

A sopa vai ser composta por 4 elementos: um para engrossar (como a batata e a couve-flor), um “laranjinha” (cenoura ou abóbora), um para dar paladar (cebola, alho, etc) e um “verdinho” (couve-coração, brócolos, etc.). Temos a primeira receita – batata,  cenoura, cebola e couve-coração – e a partir daí a cada 3 dias mudamos um dos ingredientes (só um, não é um de cada grupo :P).

Serve-se uma porção de uma concha (120 a 150 ml, também não precisamos de ser hiper rigorosos porque a sopa faz bem, meus senhores) bem passada em puré, e já no prato juntamos 1 colher de chá de azeite. Este, quanto menos ácido, melhor. É assim no azeite como no resto da vida.

Já comeste fruta hoje?

Uma semana após começar a sopa – e sem ser num dia em que alteremos um ingrediente – começaremos com a fruta: pêra ou banana. E a maçã?, perguntam vocês… a maçã para já fica guardada nos corações para um futuro mais ou menos próximo, porque eu sou alérgica a maçãs (comi muitas, danou-se tudo!) e como estes são ainda os primeiros alimentos da pequena, não vamos arriscar com algo a que eu sou alérgica.

A fruta deve também ser passada e pode ser cozida ou crua. A banana serve bem crua, basta tirar a parte escura que tem no meio. A pêra, se já estiver mole, pode ser crua; senão, corta-se ao meio e coze-se com casca e tudo e depois de cozida moemos só a polpa. Está-se mesmo a ver que vou comer montes de casca de pêra (não é estranho gostar das cascas separadas, há mais gente como eu!).

A fruta serve-se a seguir à sopa – se ela não quiser logo, deixa-se assentar por meia horita e depois damos. Também não tem que ajavardar tudo e comer seguido só porque sim; fazer um intervalinho faz bem e aproveita para libertar o ar que tiver acumulado.

Papa a papa, papa a papa…

Cantaram a música do anúncio da Cerelac? Ótimo, era mesmo isso.

Mais uma semana e entra a papa, a última novidade. Aqui, a recomendação recai nas Holle, mas como nem todos podem ter a possibilidade de comprar esta marca, o importante é que sejam papas para 4 meses e sem glúten. Idealmente ainda sem frutas para começar e depois então dar os novos sabores. Até porque aposto que se começo com uma papa cheia de sabor a frutinha, quando lhe quiser dar uma de arroz, a minha filha manda-me passear. Check.

Se são lácteas ou não lácteas, a escolha é nossa e ficamos descansados para comprar qualquer uma. 🙂

Querem papas da Holle? Têm à venda no Continente, na Well’s e no Celeiro. 🙂

 

~a

2 thoughts on “Yummy in my tummy

  1. Lembro-me bem dessa fase, tivemos sorte que o filhote sempre adorou comer, a primeira sopinha fiz com cebola, batata doce e abóbora ( assim era docinha e mais fácil de aceitar, além do quê a cenoura prendia o intestino ) e a fruta, até hoje adora pêra, mas na altura gostava muito de Manga e agora nem ver… aí como eles crescem depressa 😊😊 Beijinhos

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s