Viagem a Londres 🇬🇧

Já com cheirinho a Natal, trago-vos um pequeno resumo do que foi a nossa viagem 😉 Vamos lá?

No início de Dezembro fomos passar 4 dias a Londres 🇬🇧 É uma cidade da qual sou fã e à qual já retornei várias vezes, e que não me canso de revisitar.

Dezembro é um mês em que adoro viajar, maioritariamente pela possibilidade de ir visitar mercados de natal e de ver cidades altamente decoradas. 🎄

Esta viagem foi motivada não só pelos motivos acima, como pela exibição temporária de um esqueleto de Diplodoco no Natural History Museum, que achamos que seria um ponto importante para a Pipoca mais crescida. 🦕

A vviagem começou logo com um primeiro sobressalto: o nosso voo Porto – Londres (Gatwick) das 7h30 foi cancelado às 4h45, já estávamos nós prontos para sairmos de casa. Alteraram o bilhete para o voo das 18h, mas nós vimos a nossa vida mal parada: íamos perder um dia inteiro de viagem e ia ser complicado gerir a ansiedade deste atraso com as Pipocas.

Conseguimos antes a opção Porto – Lisboa – Heathrow a sair do Porto às 7h e chegámos lá à hora do almoço. ✌️ Com o “bónus” (para as miúdas) de andarem em dois aviões no mesmo dia. 😅😂 Mas correu tudo bem! Os aviões eram novos, bem espaçosos e equipados e as equipas de bordo super atenciosas e simpáticas (obrigada, TAP)!

A primeira tarde deu para descansar das horas incríveis a que as miúdas acordaram, mais o tempo de viagem, por isso acabamos por dar uma volta a pé ao fim da tarde para vermos as primeiras luzes de Natal. Não sei o que vocês acham, mas é das coisas que sinto falta cá – há poucas iluminações e, pelo menos na minha zona, só são ligadas à noite, quando já quase toda a gente está em casa, por isso nem as vejo.

Não fomos com um planeamento muito apertado, porque já conhecemos a cidade e porque esta viagem era mais para dar às miúdas algo de diferente. Assim, as coisas que tínhamos marcadas, com bilhetes (gratuitos, apesar de tudo), eram a visita ao Museu de História Natural, a visita ao Museu da Ciência e a ida ao Winter Wonderland. Pelo meio, queríamos muito ir a parques porque é importante desfrutar desses espaços e porque tem o bónus de encontrarmos esquilos.

passeio pelo hyde park, londres

Abaixo vou falar-vos um pouco sobre alguns destes pontos e de outras dicas que podem ser relevantes caso queiram fazer esta viagem.

Preparação da viagem

Deste qque se consolidou o Brexit que o Reino Unido deixou de fazer parte da União Europeia – ou seja, se lá quiserem ir, precisam de tirar o passaporte. É algo que convém tratarem com antecedência. Nós só conseguimos marcações com meses de antecedência (fora o tempo de espera para o podermos ir levantar).

Em termos da viagem em si, eu recomendo irem para Gatwick ou Heathrow se forem com miúdos, pela razão simples de terem comboio e metro, respetivamente. Sempre é mais confortável do que autocarro e os tempos são mais certos. Já os aconteceu demorarmos quase 4h a chegar a Stansted, porque calhamos de apanhar imenso trânsito.

Transportes em Londres

Nós andamos maioritariamente a pé. Pensávamos que até íamos andar mais de transportes com as miúdas, mas elas andam que se fartam e acabamos por dar umas boas caminhadas.

No entanto, ficam umas dicas:

  • Para andarem de metro ou autocarro não precisam de comprar viagens antecipadamente, mas podem fazê-lo carregando um Oyster.
  • Optando por ter um Oyster, cada cartão custa £7 (nunca expira) e pode ser carregado quando quiserem, e o valor das viagens vai sendo descontado de lá. Nesta modalidade, há um montante máximo diário de £7,7 que nunca ultrapassam, mesmo que façam viagens em que o montante, somado, exceda este valor.
  • Caso não queiram andar com um Oyster recarregável – porque acham que não vão fazer £7,7 em viagens num dia – podem pagar com um cartão (Visa). Passam-no no validador como se fosse o Oyster à entrada e à saída das estações e siga! Muito prático 👌

Visitar monumentos e museus

Nós cingimo-nos a dois museus: História Natural (NHM) e Ciência. Ambos são sempre gratuitos, mas têm que marcar entrada. Nós apanhámos bastante gente no NHM, porque fomos num sábado – mesmo indo de manhã, pouco depois da abertura, já tinha imensa gente, mas já tivemos mais sorte no da Ciência (fomos no domingo de manhã). Mas aviso-vos que o primeiro é muito mais procurado e maior do que o segundo.

Com as miúdas, vimos as alas do piso térreo e uma parte do primeiro piso e depois era hora do almoço. Acabamos por almoçar lá no restaurante do T-rex, que é ao preço de um restaurante normal fora do museu, e ficamos bem servidos. As miúdas adoraram, principalmente a mais velha. 🦖

Uma das grandes razões para irmos a Londres e para visitarmos este museu foi exatamente a paixão dela por dinossauros (e dela e da irmã por animais). Este museu não desaponta, mesmo com as obras que apanhamos e desvios meio apertados nas galerias. 🦕 As pequenas viram o Dippy e o Parassaurolofo e, só por aí, já valeu a pena. 🙂

Foi também muito engraçado o T-rex animado que vestiram com uma camisola e gorro de Natal 😀

christmas sweater t-rex natural history museum london

Gostava de termos podido aproveitar mais este museu, mas elas são pequenas e terão – espero eu – mais oportunidades de ir lá para o fazermos. É mesmo muito interessante e dos meus pontos favoritos para visitar em Londres. 🤓

A visita ao Museu da Ciência acabou por me surpreender. Achei que não fossem achar tanta piada, mas é um museu mais interativo do que o primeiro e isso captou a atenção delas. Por outro lado, a mais velha já tem curiosidade pelo Espaço e a entrada do museu leva-nos logo para a Era Espacial. Elas tiveram a noção de como é um fato de um astronauta e do tamanho de um foguetão. 🧑‍🚀🚀

Dependendo dos vossos gostos, podem ir a imensos sítios em Londres. Alguns são gratuitos, outros têm desconto ou estão incluídos no London Pass, por isso é uma questão de pensarem onde querem ir de antemão para se organizarem em tempo e em dinheiro.

Ao ar livre

Como dizia acima, ir a parques é ótimo porque há espaço para toda a gente, as miúdas podem correr e saltar à vontade e ainda podemos, se andarmos atentos, ir procurar esquilos.

Assim, o meu conselho é que levem um saco de nozes, avelãs e/ou amendoins – boas ofertas para os esquilos – e tenham paciência. Olhem atentamente para as árvores, aproximem-se com calma e sem receios. Conseguem encontrá-los em vários parques, mas diria que no Hyde Park é mais difícil. Apesar de os encontrarem lá – e nós conseguimos – há mais gente à volta e torna-se mais difícil de se aproximarem deles, porque eles se assustam facilmente.

Optem pelo St. James Park, por exemplo. No último dia à tarde passámos lá um bom bocado a dar nozes e avelãs aos esquilos e as miúdas ficaram maravilhadas. Antes tínhamos ido ao Hyde Park e elas viram um lá, mas estava muita gente à volta, muitos cães e corvos, e não deu para se aproximarem muito. Por outro lado, no St. James Park, elas conseguiram dar-lhes a comida à mão, o que é fantástico. 🐿️

Para além dos parques, Londres é uma cidade ótima para se andar a pé. Vimos muitas decorações de Natal, apanhámos Covent Garden já praticamente vazio, depois de jantarmos, e só por aí já vale a pena. Noutras alturas, dei muitas caminhadas junto ao rio, de um lado para o outro, para vistas mais panorâmicas, e é algo que tendo a fazer quando viajo para “entrar no ritmo da cidade”.

Mais relacionado com o Natal, e algo que me puxa imenso para viajar nesta altura do ano, têm mercados de Natal em várias zonas da cidade. Aconselho-vos também a verem isto com antecedência porque praticamente tudo tem entrada paga, mas, com sorte, há um ou outro horário em que a entrada é gratuita e sempre poupam alguma coisa. Para vos dar uma ideia, as entradas para o Winter Wonderland mais baratas eram £5 por pessoa (a mias nova também já pagava) e as mais caras £15. Não incluíam grande coisa, por isso era tudo pago à parte (e caro, claro :P). Por isso, a lição é: planeiem.

Refeições

As nossas refeições foram entre o Pizza Express, um restaurante italiano perto do nosso hotel, com bastante variedade e a um preço acessível, e Prêt-a-manger. Londres não é uma cidade fácil para fazer refeições saudáveis sem se pagar um rim, muito menos com crianças. Entre idas ao supermercado e estas opções, safámo-nos bem, tendo em conta os cuidados que tínhamos que ter (com a minha operação e as questões de obstipação da Pipoca mais nova).

O pequeno-almoço era sempre no hotel e era muito bom – já agora, deixo aqui a recomendação do Millennium Hotel Knightsbridge, que é muito simpático, bem localizado e tem quartos familiares. 🙂

Agora deixo-vos a preparar sonhos e rabanadas, e desejo-vos um Natal tranquilo e cheio de felicidade e saúde! Voltarei em breve com outros temas para vocês! Feliz Natal! 🎅

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.