A saga do vestido da Elsa ❄

Sabem quando os miúdos querem uma coisa e vocês se esforçam para lhes fazer a surpresa, só porque querem ver a reação deles? Pois bem, vou cobrar-vos, em versão muito resumida, a saga do vestido da Elsa.

Nesta casa, assim como em tantas outras, temos uma fã do Frozen. Nem percebe bem a história, mas fica maravilhada com a magia, o Sven e o Olaf – e isso basta, até ver.

Há já uns meses (talvez em Dezembro, já não sei bem), ela dizia que queria um vestido da Elsa ou da Anna – dependia dos dias, e assim fosse até nem era mau porque nos dava opções -, por isso comecei a sondar onde poderia comprar um vestido de uma delas barato. Para vos nivelar, só gosto do Carnaval pelas miúdas e acho que me mascarei duas vezes na vida, sendo que a primeira foi prai com 4 anos e sem ser por minha vontade e a segunda foi na faculdade e, propositadamente no guem percebeu a referência (as peças de teatro não contam :P). Adiante.

Como para o Carnaval tínhamos já máscaras emprestadas, isto não foi uma preocupação. Por isso, apanhei uma promoção no Aliexpress já em fins de Janeiro e encomendei o vestido da Elsa – depois de sondar devidamente a minha herdeira mais velha sobre qual seria a opção mais acertada.

De cada vez que ela via o filme ❄, dizia que queria o vestido da Elsa. Ela nem pede, não é nada disso, nem nunca nos fez insistências para ter o que quer que fosse; é mais dizer que quer algo porque sente a magia daquilo. Soma-se a isto o bom comportamento dela (com a birra ocasional, mas nada de mais) e o confinamento, e nós concordamos que um mimo destes às vezes é bom.

Passam os dias – eu praticamente em êxtase para ver a reação dela quando recebesse o vestido – e eis que chega na quinta-feira passada!

Nessa tarde, como ela já não brincava no tablet há vários dias, e já nos andava a pedir, deixamos que vos se brincar um pouco à seguir ao lanche. (Normalmente, quando deixamos é uma meia horita antes do jantar, mas naquele dia ela até está a mais chatinha – deve estar mais do que farta de estar confinada -, e então lá o levou mais cedo.)

Nisto, chega a encomenda. Vou à beira dela, e ela nem quer descolar do tablet. Peço para ela vir ver o que tinha para ela e a partir dali foi o descalabro. Chegou ao ponto de, perguntando se ela queria o vestido, ela dizer que não e que o podia levar embora ou deitar fora. 🤦😔

Não quis experimentar nem nada. Ficou de castigo, não teve mais brincadeiras nesse dia, nem televisão, e muito menos tablet. Aliás, desde esse dia que não tem direito ao tablet. Levou com várias explicações sobre o que ti há feito, sobre por que razões estava de castigo, etc.

Foram precisas 24 horas para ela, a muito custo e com muitas voltas dadas pelo meu marido, ir experimentar o vestido. Escusado será dizer que ainda mal o tirou. Quer andar sempre com ele, tanto que não sei como é que um vestido de 7 euros vai aguentar muito mais tempo 😅

Sim, estragou-me aquele momento fenomenal das surpresa; mas pronto. A coisa resolveu-se é foi a primeira vez que houve uma cena destas com ela. Mas que me gerou imensa frustração e tristeza, não posso negar. 😬 No entanto, faria o esforço de lhe dar uma peça que fosse ser especial na mesma, porque, principalmente estando mais fechados, é importante deixar a imaginação e a fantasia fluir.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s